Fashion Forecasting – O que é?

cinza-rosa-bebe
fonte: http://f-utilidades.com/2015/04/14/moda-cinza-e-rosa-bebe/

Embora não seja um assunto muito comum, o chamado Forecasting e sua porção de moda, chamada Fashion Forecasting permeia por todos os assuntos de nossa vida.

Forecasting é um processo que mapeia mudanças e tendências na nossa forma de viver. Há um grupo de especialistas que, a partir dos anseios da atualidade, projetam o que a sociedade como um todo vai querer daqui a algum tempo, tendo o forecasting a longo prazo um tempo de 5 anos, sujeitos a monitoramentos.

Pequenas coisas que nos passam desapercebidas a curto prazo mas que sentimos as mudanças a longo prazo. Exemplos como carros com vidros dianteiros mais amplos (para acabar com nossa sensação claustrofóbica no engarrafamento das grandes cidades), apartamentos minúsculos com “varanda gourmet”, só para falar do que lembro rapidamente, nos dão a idéia de como estas mudanças vêm ocorrendo. Não é da noite para o dia que o designer da fábrica de automóveis acorda e fala: “vamos colocar vidros panorâmicos, tirar as ferragens laterais e colocar vidros”; ou o arquiteto diz: “a partir de hoje, todo os imóveis terão varanda de vidro”. Isso é um trabalho fantástico de prospecção de anseios sociais. Ah… isso serve para economia e politica também, ok?

No ramo da moda e do lifestyle não é diferente. O Fashion Forecasting é usado aproximadamente com 18 meses de antecedência. Eu sempre participo dos eventos “INOVA MODA” do SENAI/SEBRAE, e este evento, que se desdobra em um curso de imersão de 1 semana, trata basicamente de desenhar coleções para daqui a duas estações. Ou seja, 2018 já não existe mais, o mais perto que trabalhamos é 19/20.

 O primeiro tema que surge é relacionado a paletas de cores. Porque o Marsalla foi eleita a cor pantone 2015? Porque este ano gostamos da combinação rosa quartzo e cinza?

Já percebeu que os fashionforecasters já começaram a pensar nas cores que você vai usar no verão de 2020?

Não acredita? Pois veja estas paletas de cores e moodboarders que já estão circulando nos Bureaus de Forecasting:

É… o mundo do forecasting / fashionforecasting realmente é fantástico. Eu já tenho idéia de que cores irei usar na minha coleção de acessórios do verão para 2020…

 

 

 

“Mood Book” – organizando o closet

Como proprietária da UNICA, trabalhei muito tempo com style junto ao SEBRAE/SENAI.

Nestes trabalhos, percebi que as maiores dificuldades das clientes que queriam montar seus armários-cápsula eram 1) saber tudo o que tinha no closet, 2) não gastar desnecessariamente seu dinheiro, 3) não comprar compulsivamente e 4) não perder tempo montando os looks.

Então, no intuito de auxilar as clientes eu me inspirei na ferramenta de mood boards para organizar closets. Os mood boards em poucas palavras são aquelas fotos de inspiração quando trabalhamos como designers.

Asim eu criei o MOOD BOOK. Esta ferramenta é um livreto A5 com argolas removíveis onde a cliente tem todas as suas peças organizadas.

20180509_135913

Em primeiro lugar devemos deixar apenas o necessário em nosso closet. Costumamos comprar roupas iguais e ir entulhando tudo. Algo do tipo aquele camiseta branca básica que temos 3 ou 4 e que nenhuma tem qualidade. (Dica: compre peças básicas de qualidade e você não precisará repô-la toda estação).

A organização é o início, até mesmo para você saber o que tem e que vai ser fotografado. Roupas que costumo usar em casa, roupas de dormir e similares eu não fotografo, mas nada impede que você faça. Após esta fase de organização, comece a fotografar as roupas, acessórios, sapatos e bolsas. Ou seja, tudo aquilo que será um look.

Depois eu faça um mood book em A5 com argolas removíveis e com divisórias para cada tipo de peça do closet. Eu divido o mood book em: bottom, top, sapatos, bolsas, acessórios (chapéus, óculos de sol, pincenet etc) e bijuterias e semijóias. Para cada folha A4 cabem 4 fotos. Eu achei mais prático do que separar as peças para serem usadas durante a semana, pois para quem não tem um espaço maior fica complicado.

E desta forma também não esquecemos do que temos no closet e quando formos dispensar a peça é só tirar do mood book, valendo o mesmo princípio para quando compramos.

20180509_150826

Assim a cliente monta os looks da semana apenas com as fotos e sabe exatamente o que tem de peças e se as mesmas estão limpas e guardadas, pois aproveita para checar se está tudo certo.

Então, gostou da idéia? Dê sua opinião!

Se quiser faça o download aqui do moodbook padrão