Chá Inglês

Hoje foi mais um dia atípico no Rio de Janeiro. Frio e chuva em pleno verão. Como não desconfiei dos sinais de que a partir de agora a vida seria diferente?

E com este tempinho, me deu aquela vontade de tomar um chá inglês quentinho, junto com aquelas prosas que duravam horas na mesa da copa.

E novembro, quando você não conseguiu mais levantar sua caneca de gatinhos, que a mão já estava enfraquecida pela luta da vida, eu comprei para nós dois conjuntos de chá, um rosa e outro amarelo, para que você pudesse erguer uma xícara mais leve. De novo você não conseguiu…

Para tentar te alegrar nossa hora do chá, já que sua caneca de gatinhos estava com o peso da doença, te comprei um infusor de gatinhos, e voce sorriu. Pendurava ele na xícara mesmo vazia. Era o Wlad tomando seu chá.

E hoje, pela primeira vez tomei meu chá sozinha, na xícara rosa com o gatinho olhando para mim. Não consegui ficar nem cinco minutos à mesa. Sua xícara está vazia, e o sabor se foi junto com a cor amarela.

Mais cedo ou mais tarde irei me acostumar a apenas uma xícara na mesa, mas me desculpe… não foi hoje.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s